GRADUAÇÃO

Número de alunos beneficiados, em situação de vulnerabilidade social, quintuplicou nos últimos seis anos

Foto: Isa Lima/Secom UnB

 

Alunos dos cursos presenciais de graduação interessados em participar dos programas de assistência estudantil na UnB devem se submeter à avaliação socioeconômica. O edital será lançado na próxima segunda-feira (29). A seleção prioriza egressos de escolas públicas com renda familiar per capita de 1,5 salário mínimo. "A avaliação é a porta de acesso para os programas", explica a diretora de Desenvolvimento Social da UnB, Luísa Baumgarten.

 

Segundo a diretora, as inscrições para os programas devem iniciar em março, quando saírem os próximos editais. "A concessão dos benefícios segue editais específicos", explica. "É importante que o aluno fique atento aos prazos e às condições de acesso."

 

"Assistência estudantil é um direito de cidadania que contribui para a permanência e diplomação com êxito de estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica", destaca a decana de Assuntos Comunitários, Denise Bomtempo. "Com a adesão da Universidade ao Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, o volume de recursos aumentou", afirma. No último ano, cerca de 5 mil estudantes foram beneficiados. Em seis anos, o atendimento quintuplicou, de acordo com dados da Diretoria de Desenvolvimento Social (DDS).

 

 

Arte: Marcelo Jatobá/Secom UnB

 

A seleção de bolsistas é realizada em três etapas: avaliação socioeconômica do estudante, solicitação de bolsas e auxílios e divulgação dos selecionados. As inscrições são feitas no SaeWeb e os resultados podem ser conferidos na internet e nos murais da DDS de todos os campi.

 

Ao todo, a UnB oferece seis benefícios (veja quadro), além da bolsa permanência do Ministério da Educação. Eles estão previstos no Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), do governo federal. Os programas são financiados pela Fundação Universidade de Brasília (FUB) e pelo MEC.

 

Arte: Marcelo Jatobá/Secom UnB

 

APOIO - Além da assistência estudantil, em que o critério de participação é a renda familiar, a UnB disponibiliza ao estudante outras bolsas e auxílios. Entre eles, os programas Bolsa Atleta e de Iniciação Científica, voltados para esportistas de alto desempenho e jovens pesquisadores. A Universidade oferece também bolsas de monitoria e tutoria, de estímulo à docência e à participação em projetos de extensão. Saiba mais no Guia do Calouro.