TECNOLOGIA

Ferramenta é utilizada para abrir chamados de TI. Mais leve e funcional, ela passa a ter integração com serviços da prefeitura e acompanhamento de prazos

 

O Centro de Informática (CPD) da UnB lançou, nesta segunda-feira (4), o novo site da plataforma Serviços TIC. A ferramenta, que há um ano é utilizada pelos usuários da Universidade para agilizar a resolução de dificuldades técnicas na área de informática, passa a abranger também alguns serviços oferecidos pela Prefeitura do Campus (PRC).

 

“A ideia é facilitar o acesso do usuário, que passa a ter uma integração entre áreas correlatas. Com o novo recurso, ele pode, por exemplo, abrir um chamado para verificar o cabeamento de rede ou o telefone”, explica o diretor do CPD, Jacir Bordim. Ele ressalta que a atualização do layout representa apenas uma parte das inovações. “Com o tempo, pretendemos agregar ainda mais recursos ao portal.”

 

Com a nova proposta, os itens de menu estão mais acessíveis e claros. Logo na página inicial estão as áreas mais demandadas e, dentro delas, os serviços discriminados. “Esse novo layout foi elaborado a partir das respostas ao questionário de satisfação que os usuários preenchem quando uma solicitação é atendida”, explica Rodrigo Guidotti, Analista de Tecnologia da Informação do CPD. 

Arte: Igor Outeiral/Secom UnB

 

Outra inovação é a possibilidade de acompanhar o andamento da demanda. Clicando em um botão ao lado do pedido, o usuário tem acesso a atualizações com detalhamento de horário. Para acessar os serviços, é necessário fazer o login com nome de usuário e senha utilizados no webmail da UnB. O apoio está disponível para bens patrimoniados.

 

Uma vez aberta a solicitação, o usuário precisa, necessariamente, estar presente ao local de trabalho no turno que indicou. Caso contrário, é possível que seja solicitada reabertura do pedido, uma vez que o técnico faz a visita, mas não consegue realizar o serviço.

 

SEI – O diretor do CPD relata que há um número considerável de pedidos de reparo e outras solicitações que chegam ao centro via Serviço Eletrônico de Informações (SEI). No entanto, Bordim alerta que a demanda de serviços deve ser feita somente pelo portal Serviços TIC, em respeito aos fluxos de trabalho e à necessidade de rapidez nos atendimentos. “O SEI é uma excelente ferramenta, mas tem finalidade distinta. Nosso gerenciador acompanha serviços com registro de temporalidade e não por processos", afirma Bordim.

 

OUTSOURCING – No caso das novas impressoras terceirizadas, o usuário também deve abrir um chamado pelo Serviços TIC. “Dessa forma, temos como fiscalizar o contrato feito com a empresa e verificar se de fato os prazos estão sendo cumpridos”, ressalta Bordim. "Quando o usuário abre o pedido pelo portal, o CPD mantém o registro da demanda. Se a solicitação for feita diretamente à empresa, por contato telefônico, não é possível ver se há adequação aos prazos estabelecidos", esclarece Guidotti.

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.