INSTITUCIONAL

Iniciativa da BCE e da Editora UnB contemplará oito produções de docentes, em diversas áreas do conhecimento. Livros serão disponibilizados on-line. Submissões das propostas vão até 15 de julho

 

Fortalecer as iniciativas de acesso aberto a conteúdos, disseminar o conhecimento acadêmico produzido na Universidade, além de dar maior visibilidade aos docentes e instituição na internet. Esse são os objetivos de edital inédito lançado em parceria por Editora UnB e Biblioteca Central (BCE). Em apoio ao desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão, a iniciativa prevê o fomento à publicação de oito livros digitais de acesso aberto, com conteúdo científico ou voltado ao ensino da graduação, produzido por professores do quadro efetivo da UnB.

 

Para obras integrais, é permitido o registro de até três autores, enquanto coletâneas podem ser assinadas por três organizadores. Em ambos os casos, ao menos um dos envolvidos deve ser docente da Universidade de Brasília. Para concorrer ao financiamento, as propostas devem ser submetidas pelo Sistema Eletrônico de Informação (SEI), direcionadas à BCE e à Editora UnB, até domingo (15).

 

Uma comissão, formada por professores de diversas áreas do conhecimento, será responsável por avaliar os projetos, a partir de critérios como ineditismo e recomendação dos órgãos colegiados dos departamentos ou conselho das unidades acadêmicas. As orientações para submissão e demais critérios avaliativos podem ser conferidos no edital.

 

Os livros selecionados serão diagramados e editorados pela BCE e Editora UnB e publicados em formato PDF. A disponibilização será feita on-line no repositório institucional e no portal de livros digitais da UnB, permitindo o acesso não apenas no âmbito da Universidade, mas também por toda a comunidade científica, por meio dos mecanismos de buscas da internet. Também está prevista adaptação dos conteúdos para deficientes visuais. Os livros acessíveis estarão disponíveis na Biblioteca Digital e Sonora (BDS) da BCE.

 

Todas as publicações receberão a licença Creative Commons, instrumento que permite o uso e compartilhamento gratuito, com a proteção dos direitos autorais. O diretor da BCE, Fernando Leite, explica que esse tipo de licença é amplamente utilizado no meio acadêmico para orientar o uso de conteúdos em ambiente digital. “São suficientemente flexíveis para adaptação às diferentes possibilidades de licenciamento compreensíveis pela comunidade científica internacional”, esclarece. 

Comunidade poderá acessar gratuitamente publicações didáticas e científicas, que serão disponibilizadas em plataformas digitais da UnB. Foto: Raquel Aviani/Secom UnB

 

O docente comenta a relevância do edital para impulsionar a circulação do conhecimento acadêmico na web e a utilização das produções da UnB entre a comunidade científica. “Iniciativas como essa contribuem para a democratização do acesso ao conhecimento resultante de uma cadeia de produção inteiramente financiada com recursos públicos. Além disso, à medida que promovemos o acesso – o uso de tecnologias e do meio digital é o mais apropriado para esta finalidade –, há também o aumento do impacto do que aqui é produzido”, avalia.

 

Dúvidas sobre o edital podem ser esclarecidas pelos e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelos telefones 3035 4218 e 3107 2695/2711.

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.