EXCELÊNCIA

Organização Times Higher Education coloca a instituição, pelo segundo ano consecutivo, em posição de destaque em ranking temático

 

A Universidade de Brasília apareceu, pela segunda vez, na lista das melhores instituições de ensino superior do mundo na área de Artes e Humanidades. A classificação foi feita pelo Times Higher Education (THE), organização britânica que avalia instituições em nível global. A UnB figurou a partir da posição 401 e é 5ª melhor do país na área de conhecimento analisada.

 

O vice-reitor Enrique Huelva, atualmente no exercício da Reitoria, comemorou o resultado. “Somos uma instituição de excelência, conectada tanto às comunidades locais quanto ao mundo, por meio de significativa colaboração internacional. Receber esse reconhecimento do THE nos mostra que estamos no caminho certo”, disse ele, parabenizando docentes, técnicos e estudantes.

 

O ranking, divulgado nesta quarta-feira (2), é elaborado a partir da análise de desempenho em cinco aspectos: ensino, pesquisa, citações, reconhecimento internacional e renda obtida com a indústria (relativo à interação com o setor produtivo). Foram avaliadas 536 instituições, 30 a mais do que no ano passado. O resultado destaca as universidades que lideram nas áreas de Arte, Artes Cênicas, Design, Línguas, Linguística, Literatura, História, Filosofia, Teologia, Arquitetura e Arqueologia.

 

CITAÇÕES – A diretora de Avaliação e Informações Gerenciais do Decanato de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional (DAI/DPO), Andrea Cabello, credita o resultado da UnB ao crescente impacto das citações de pesquisadores da instituição em periódicos de nível internacional.

 

“O esforço de publicação na área de Artes e Humanidades é constante, principalmente nas áreas de história, língua e linguísticas, literatura e teoria literária. As áreas de história e filosofia da ciência, de estudos clássicos e arqueologia se destacam pelo impacto de sua pesquisa”, disse ela.

 

Para Huelva, o resultado também é fruto dos esforços institucionais para melhorar a internacionalização da Universidade. “Temos parcerias cada vez mais sólidas com organizações de outros países, a exemplo do Instituto Rei Sejong, que estimula o aprendizado da língua e da cultura coreanas”, ilustrou. Recentemente, a UnB também foi destaque no THE global, ficando como a 8ª melhor universidade do país, a 5ª entre as federais. 

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.