POSSE

Maria Emilia Walter e Adail Cavalheiro tomaram posse na última sexta-feira (4), no auditório da Reitoria. Mandato será de quatro anos

Os novos diretores do Instituto de Ciências Exatas (IE) da Universidade de Brasília tomaram posse na manhã da última sexta-feira (4), no auditório da Reitoria. Maria Emilia Walter ocupará o cargo de diretora e Adail Cavalheiro, o de vice-diretor. O tempo de mandato é de quatro anos. A cerimônia foi acompanhada por professores, chefes de departamento e alunos do instituto, membros da administração superior e pelos antigos ocupantes do cargo, o ex-diretor Noraí Rocco e o ex-vice-diretor Antônio Gomes.

O reitor Ivan Camargo e a vice-reitora Sônia Báo saldaram os novos empossados e agradeceram a gestão anterior pela contribuição prestada.

Da mesma forma, o vice-diretor, Adail Cavalheiro, diz que espera manter o nível de desempenho dos seus antecessores. "Esperamos continuar o bom trabalho da gestão anterior e desenvolver ainda mais o espírito de coesão no instituto".

O professor Noraí Rocco, diretor do IE nos últimos oito anos, fez um balanço positivo do tempo em que esteve à frente do instituto. Entre suas lembranças mais marcantes, a mudança dos cursos de Ciência da Computação e de Estatística para um prédio novo, a elaboração do regimento interno do IE e o avanço dos programas de pós-graduação e dos cursos de graduação. Por fim, desejou boa sorte à nova gestão. "Deixo essa gestão muito satisfeito. Ainda mais por ver a Maria Emília e o Adail (novos diretores) entrarem no meu lugar. Desejo muito sucesso e tenho certeza que o instituto só tem a ganhar daqui para frente", comemora.

Ocupar um cargo importante no IE não será uma novidade para a nova diretora Maria Emilia Walter. Professora do Departamento de Ciência da Computação (CIC), foi vice-diretora do instituto durante seis anos, já na antiga gestão. Nos últimos dois anos, esteve a frente do CIC. "É uma emoção grande assumir em um lugar onde fui aluna na graduação e no mestrado".

Ela conta que a experiência adquirida no longo tempo em que trabalha na UnB será uma aliada neste novo desafio. "O cargo de diretora amplia a relação e a atuação com o resto da Universidade. É um momento onde você tem a possibilidade de fazer coisas, interferir nas atividades de graduação e pós, com muitas ideias vindas do tempo que já estou aqui", relata a professora.

Entre os planos para o novo mandato, estão o de aperfeiçoar o acolhimento e o apoio aos novos alunos do instituto, visto os preocupantes índices de evasão na Universidade; avançar na política de atividades de extensão; e desenvolver os programas de pós-graduação, principalmente na Estatística e nas Ciência da Computação, aproveitando o exemplo da Matemática, nota máxima na avaliação dos cursos de pós-graduação da Capes. 

O IE é um dos institutos mais antigos da Universidade. Ano passado, a unidade completou 45 anos de existência. Atualmente, ele congrega os departamentos de Matemática, Ciência da Computação e Estatística, além de ofertar disciplinas que atendem ao currículo de diversos outros cursos da UnB.