DA UnB PARA A SOCIEDADE

Tese desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências Mecânicas deu origem às inovações reconhecidas no Prêmio Inventor Petrobras

Daniely Amorim, com o Prêmio Inventor Petrobras em mãos, durante a cerimônia no Rio de Janeiro, em 29 de abril. Foto: Maira Plácido

 

Engenheira eletrônica pela UnB, Daniely Amorim ganhou notoriedade em cenário nacional no fim de abril, quando duas patentes resultantes de sua tese de doutorado foram laureadas na 24ª edição do Prêmio Inventor Petrobras. A tese foi desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Ciências Mecânicas (PCMec), da Faculdade de Tecnologia (FT), sob orientação do professor Adriano Todorovic.

As inovações foram registradas no âmbito do projeto Desenvolvimento de Técnica de Medidas Indiretas de Características de Escoamentos Multifásicos a partir de Análise de Sinais de Assinatura de Pressão, do Centro de Estudos de Energia e Petróleo da Unicamp, com participação de pesquisadores da UnB e especialistas da Petrobras.

A primeira patente é um sensor baseado em grandezas elétricas capaz de medir características de escoamentos multifásicos, inicialmente destinado para uso em laboratório. A segunda patente registra uma metodologia baseada em sensores não intrusivos e não invasivos, aplicáveis em oleodutos. Esses sensores, por meio da vibração estrutural, permitem a caracterização de escoamentos multifásicos em dutos de produção e transporte de petróleo. Testes piloto realizados em uma refinaria da Petrobras demonstraram resultados promissores.

>> Leia também: Software desenvolvido na UnB auxilia no desempenho das refinarias de petróleo

“Foi uma jornada de desenvolvimento única, na qual adquiri diversas habilidades como pesquisadora e habilidades sociais. Tive a oportunidade de trabalhar em laboratórios de grande porte e crescer tanto pessoal quanto profissionalmente” conta Daniely, que atualmente realiza o pós-doutorado.

“Ingressei na graduação sem experiência e, graças ao programa de pós-graduação, pude me desenvolver. Meu orientador foi fundamental em todo esse processo”, acrescenta, reconhecendo a importância do ambiente de pesquisa da UnB e de Todorovic.

O professor, por sua vez, ressalta a relevância das inovações tecnológicas e das pesquisas científicas para além da Universidade. “O impacto para a sociedade é multidimensional, incluindo a formação de profissionais capacitados com ampla base tecnológica e científica, como é o caso de Daniely. Além disso, representa um avanço em direção aos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, contribuindo para a produção de tecnologia nacional”, observa.

Adriano Todorovic destaca ainda a importância do ensino, pesquisa e extensão na UnB: “Projetos como este proporcionam aos alunos de pós-graduação contato com problemas reais e capacidade de resolução. Essas inovações tecnológicas têm impacto direto na sociedade.”

Para acompanhar mais sobre inovação e empreendedorismo na Universidade, acesse o Instagram @cdtunb.