DIRETRIZES

Pesquisa da CGU traz oportunidade de opinar sobre o que deve ser prioritário na cultura da administração pública. Iniciativa corrobora Plano de Integridade da UnB

Pesquisa da CGU tem interface com atividades desenvolvidas pelo DPO. Arte: Divulgação

 

A Controladoria Geral da União (CGU) disponibiliza até a próxima sexta-feira (23) uma pesquisa on-line para que os próprios servidores públicos possam opinar sobre os valores que devem ser escolhidos como prioritários pelo Serviço Público Federal. Para participar, o servidor deve responder um questionário curto de duas etapas, onde irá descrever valores mais relevantes e que devem pautar a conduta dos servidores na Administração Pública Federal.

 

>> Servidor, participe da pesquisa clicando aqui

 

"Podemos contribuir com aquilo que os servidores da UnB consideram que deve ser utilizado nas atividades diárias, para prestar, cada vez mais, um serviço de excelência", avalia a diretora de planejamento do Decanato de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional (DPO) da UnB, Kátia Maria Silva. 

 

"Cada vez mais há ações para divulgar a importância de valores do serviço público", opina a gestora. Para ela, a UnB tem atuação de destaque no serviço público, pois está na linha de frente do atendimento à sociedade. 

 

CONTRIBUIÇÃO – Os resultados da pesquisa influenciam na construção do Plano de Integridade da Universidade de Brasília. O documento é elaborado em consonância com os valores de boa governança do serviço público federal e com as diretrizes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Ele busca estruturar medidas institucionais voltadas à prevenção, detecção, punição e remediação de fraudes e atos de corrupção.

 

Além disso, traz recomendações para a preservação da integridade pública e busca sustentar e priorizar o interesse público sobre os interesses privados no setor público. Na UnB, está em vigor o plano para o biênio 2019-2021, que mapeia as unidades da instituição, suas funções e vinculações, além dos órgãos responsáveis pelas instâncias de integridade. O DPO é a unidade responsável pela coordenação do Programa de Integridade da UnB, para implementação das medidas elencadas no plano.

  

Leia também:

>> UnB realiza conferência para formulação de política de promoção da saúde

>> Pesquisa busca entender ressignificações de mundo geradas pela pandemia entre a comunidade acadêmica

>> Pesquisadores da UnB geram resultados em intercâmbio em empresa alemã de tecnologia automotiva

>> SIGAA passa a disponibilizar informações do Lattes

>> Cepe aprova data de início do segundo semestre de 2020

>> UnB se une a projeto para a inclusão de pessoas com deficiência

>> Como fica o Vestibular de 2020?

>> Pesquisa conduzida pela UnB analisa manifestações orais relacionadas à covid-19

>> Instrução normativa regulamenta a prestação de serviços de laboratórios da UnB a clientes externos

>> Pesquisa pretende identificar impacto da pandemia entre mulheres no DF

>> Projeto propõe alternativas para auxiliar docentes da rede pública do DF no ensino remoto emergencial

>> Pesquisa mapeia práticas de enfermagem na Atenção Primária à Saúde

>> Pesquisa faz recorte da contaminação por covid-19 entre profissionais de odontologia do DF

>> Grupo da UnB desenvolve aparato de ventilação para combater a covid-19 nos hospitais

>> UnB realiza inspeção em laboratórios que seguem em funcionamento durante a pandemia

>> Projeto leva informações a produtores do campo sobre manejo de animais durante a pandemia

>> Disciplina incentiva adesão dos estudantes ao aplicativo Guardiões da Saúde

>> DEG lança cartilha para orientar retorno às atividades não presenciais

>> Campanhas de solidariedade da UnB continuam contando com você

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Palavras-chave