UnB EM AÇÃO

Brasil aproxima-se dos 5,5 milhões de infectados; já são mais de 157 mil óbitos

Boletim traz mais uma edição atualizada com dados da pandemia no Brasil e no mundo. Imagem: Reprodução

 

O último levantamento relacionado aos números de covid-19 no Brasil aponta que 5.440.903 pessoas já foram infectadas no país e que já somamos 157.981 óbitos em razão do novo coronavírus.

 

A 24ª edição do Boletim Coes, elaborado pelo Comitê Gestor do Plano de Contingência da covid-19 (Coes) da UnB, traz novas atualizações relacionadas aos dados da pandemia do novo coronavírus no Brasil e no mundo.

 

>> Leia a íntegra da 24ª edição do Boletim Coes

 

COVID-19 NO BRASIL – Dados mais recentes da pandemia apontam que, pela primeira vez desde março, a média móvel de mortes no Brasil ficou abaixo de 450. Apesar da menor incidência em todo o país, capitais como Manaus e Fortaleza apresentam um aumento no número de casos de forma sustentável.

 

COVID-19 NO MUNDO – O mundo aproxima-se dos 44 milhões de casos de covid-19, enquanto mais de 1,1 milhão de vidas foram perdidas.

 

O continente europeu está em plena segunda onda de infecções, com os países mais afetados pela primeira onda batendo recordes de novos casos, como a Itália. Inglaterra e País de Gales, respectivamente, limitaram a circulação de pessoas e o funcionamento do comércio. Portugal também registra surtos em seu território. Por sua vez, países que resistiram bem à primeira onda também enfrentam problemas, como a Alemanha – que registrou 10 mil casos em um curto período de tempo – e a Bélgica. A França identificou um crescimento de casos em dois terços de seu território, com as autoridades locais dando grande atenção ao sistema de saúde. A Polônia, outro país que lidou bem com a pandemia anteriormente, também teve que aumentar a oferta de leitos clínicos e UTIs.

 

Nos Estados Unidos, a doença avança pelo meio-oeste com milhares de casos novos. A "interiorização" da doença é um fenômeno que também é visto em países da América do Sul, com o avanço em cidades menores.

 

Na Ásia, a China ofereceu uma larga oferta de testagem e impôs quarentena para conter os surtos da semana passada. A Índia seguiu caminho semelhante ao apostar na testagem de sua população, o que favoreceu a identificação de mais casos em várias regiões do território daquele país. Oceania e África não apresentaram alteração dos padrões dos últimos dias.

 

UnB PROMOTORA DA SAÚDE – Entre os dias 22 e 23 de outubro, a Universidade realizou a I Conferência UnB Promotora da Saúde, em que as comunidades interna e externa puderam debater, propor e dialogar sobre diretrizes em questões sanitárias. Essas diretrizes foram divididas em nove eixos: Saúde mental; Prevenindo agravos e promovendo a saúde em redes; Processos educativos promotores da saúde; Diversidade e direitos humanos; Ambientes saudáveis e sustentáveis; Acessibilidade e inclusão social; Envelhecimento saudável e participativo; Saúde e Qualidade de vida do trabalhador; e Vigilância em saúde na comunidade universitária.

 

>> Saiba mais: Conferência virtual mobiliza comunidade na construção de política de promoção da saúde da UnB

 

Foram feitas 498 inscrições até a abertura da conferência, que contou com a presença da reitora da UnB, Márcia Abrahão Moura; do decano de Assuntos Comunitários, Ileno Izídio da Costa; e de representantes da Secretaria de Estado de Saúde do Governo do Distrito Federal (SES/DF); da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas); do Diretório Central de Estudantes (DCE); do Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Universidade de Brasília (Sintfub) e da Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (ADUnB).

 

Leia também:

>> Em disciplina integrada à pesquisa contra covid-19, estudantes monitoram casos da doença no DF

>> UnB lança edital para ingresso por meio do Enem

>> SIGAA chega em breve para a pós-graduação lato sensu

>> Conferência virtual mobiliza comunidade na construção de política de promoção da saúde da UnB

>> Universidade planeja próximos semestres letivos

>> O portal da UnB está de cara nova!

>> Premiação destaca melhores dissertações e teses da UnB

>> Técnicos e docentes trabalham juntos para o sucesso da UnB em tempos de pandemia

>> Critérios para participar de testes da vacina chinesa no HUB são ampliados

>> A teoria vivida: antropóloga Mariza Peirano torna-se professora emérita da UnB

>> Estudo da UnB busca caracterizar percepções sobre sofrimento psíquico decorrente da pandemia

>> Pesquisa busca entender ressignificações de mundo geradas pela pandemia entre a comunidade acadêmica

>> DEG lança cartilha para orientar retorno às atividades não presenciais

>> Campanhas de solidariedade da UnB continuam contando com você

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19 

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Palavras-chave