SUA OPINIÃO IMPORTA

Pesquisa on-line reúne sugestões de estudantes, docentes e técnicos para serviços essenciais da instituição. Questionários estão disponíveis até 31/12

Pela internet, comunidade acadêmica pode ajudar na melhoria de diversos aspectos da UnB.
Pela internet, comunidade acadêmica pode ajudar na melhoria de diversos aspectos da UnB. Foto: Unsplash/Annie Spratt

 

Se você deseja contribuir para mudanças positivas na Universidade de Brasília, não deixe de participar da Consulta à Comunidade Acadêmica. A pesquisa é feita pela internet, leva poucos minutos, e está aberta até 31 de dezembro. O objetivo é mensurar o grau de satisfação com serviços acadêmicos e administrativos, infraestrutura, segurança, políticas de gestão, entre outros aspectos relacionados à instituição no ano de 2020. 

 

Cada segmento universitário deve responder seu respectivo formulário: estudantes, técnicos e docentes. O questionário é anônimo, garantindo o sigilo dos participantes. São 16 perguntas para estudantes e docentes e 15 para técnicos administrativos.

 

Uma novidade deste ano é que o público pode avaliar se as plataformas on-line utilizadas nas atividades acadêmicas ou administrativas estão adequadas. O item foi adicionado devido às mudanças na rotina universitária ocasionadas pela pandemia do novo coronavírus.

 

Os demais itens seguem o padrão de anos anteriores, colaborando para a série histórica na qual o documento resulta. São contempladas temáticas, como gestão, atividades de formação, comunicação, infraestrutura, segurança, ações de capacitação e programas de apoio a estudantes. 

Consulta coleta opiniões sobre serviços e estruturas da Universidade. Foto: Raquel Aviani/Secom UnB

 

PORQUÊ PARTICIPAR – Realizada anualmente pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), a Consulta à Comunidade Acadêmica é o principal instrumento de autoavaliação da Universidade. Seus resultados são consolidados no Relatório de Autoavaliação Institucional, produzido pela CPA, e embasam a tomada de decisão dos gestores sobre quais aspectos priorizar em ações de melhoria e de investimento.

 

“Temos visto que as melhorias sugeridas com base na consulta têm sido realizadas pela administração superior e pela gestão das unidades”, destaca Guilherme Viana, diretor de Avaliação e Informações Gerenciais do Decanato de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional (DAI/DPO) da UnB. 

 

O balanço pode ser verificado no relatório, que começa com um quadro das medidas adotadas para implementar as melhorias propostas no ano anterior e termina com lista de sugestão de mudanças para o próximo ano. O diretor da DAI exemplifica que uma das demandas da comunidade acadêmica era reforçar a segurança na Casa do Estudante Universitário (CEU). 

 

“Várias ações foram realizadas na Casa do Estudante, como a instalação de câmeras, controle de acesso aos bicicletários internos dos blocos A e B, instalação de alarmes sonoros nas escadas de emergências para evitar entrada irregular e uso indevido do espaço”, enumera as medidas que constam no relatório.

 

Coordenadora de Avaliação Institucional da DAI e representante discente da pós-graduação na CPA, June Alves ressalta a importância da comunidade aderir ao processo. “Quanto maior o número de participantes, mais fiel é o resultado da consulta, por retratar a opinião da maioria, e não apenas de um nicho", afirma. 

 

A última consulta registrou participação crescente. Ao todo, foram 5.726 respostas válidas, um aumento de 61% em relação a 2018. A mudança mais expressiva foi no segmento de estudantes: a adesão mais que dobrou, saltando de 1.940 participantes para 4.158. “Isso foi possível graças a diversas ações de sensibilização e comunicação que fizemos junto à comunidade. Ainda assim, o número representa apenas 8% do segmento discente, por isso, nosso desejo é que a adesão continue a crescer”, projeta Guilherme Viana. 

 

O aumento na participação já resultou em aperfeiçoamento do Relatório de Autoavaliação. “Além do resultado global, passamos a emitir resultados por unidade. Assim, se o usuário avalia que a infraestrutura do banheiro não está adequada, os gestores conseguem identificar em qual unidade é preciso fazer a melhoria”, explica June Alves.

 

Ela detalha que o novo formato do relatório somente é possível se houver participação mínima de representantes das diferentes unidades. “Para garantir o sigilo do respondente, só emitimos o relatório parcial se houver adesão de pelo menos cinco representantes da unidade em um dos segmentos (estudante, docente e técnico)", observa.

 

Foram emitidos relatórios por unidade de todos os decanatos, faculdades e institutos. Também estão contemplados a Secretaria de Administração Acadêmica (SAA), a Secretaria de Comunicação (Secom), a Prefeitura do Campus (PRC), o Hospital Universitário (HUB) e alguns centros. Os documentos estão sendo disponibilizados gradativamente na página da consulta.

 

Para dar continuidade aos avanços, a coordenadora de Avaliação Institucional da DAI deixa um convite à comunidade universitária. “Participe da consulta e ajude a construir uma Universidade melhor. Ela é um dos principais instrumentos para dizer à gestão o que está dando certo e o que precisa ser melhorado. Com a consulta, você avalia, a comissão analisa e a gestão responde."

Arte: Secom/UnB
Há questionários específicos para estudantes, docentes e técnicos da instituição. Arte: Secom/UnB

 

AVALIAUnB – A consulta está prevista como instrumento do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). É também elemento incorporado às avaliações externas do Ministério da Educação (MEC), incluindo o processo de recredenciamento da UnB pelo órgão. 

 

Análises mais detalhadas dos resultados, divulgados no Relatório de Autoavaliação Institucional, podem ser obtidas durante visitas técnicas às unidades acadêmicas, realizadas por integrantes da comissão no âmbito do Programa AvaliaUnB. A iniciativa estimula a aproximação com a comunidade, a partir da proposição de reflexões sobre informações coletadas nos processos avaliativos.

 

MAIS SERVIÇOS – No último ano, a Diretoria de Avaliação e Informações Gerenciais (DAI), em parceria com a CPA, lançou serviços que fortalecem a base de informações da Universidade.

 

Um deles é o site AvaliaçãoUnB, que reúne dados dos principais instrumentos que avaliam a instituição. “Nesse espaço, a comunidade tem acesso a informações sobre autoavaliação, rankings e classificações nacionais e internacionais, relatórios com perfil dos acadêmicos e outros instrumentos de avaliação”, detalha o diretor da DAI, Guilherme Vianna. 

 

Ele menciona que “as informações estavam dispersas, com difícil acesso tanto para o público interno quanto para o externo”. Com o novo site, tudo está consolidado em um único espaço. “Fortalecemos a transparência da UnB e facilitamos o acesso a essas informações”, acrescenta.

 

Dois novos produtos também estão disponíveis no site: a Pesquisa de Egressos da Pós-Graduação e o Perfil dos Estudantes da Pós-Graduação. Já havia uma versão de ambos os instrumentos para o público da graduação, e agora eles foram ampliados para atender o segmento da pós-graduação.

 

“Esses dois produtos nos fornecem um retrato da pós-graduação. A Pesquisa de Egressos mostra, por exemplo, em quais profissões o egresso está atuando, qual tipo de vínculo. Já o Perfil dos Estudantes revela qual é o público de cada curso. São ferramentas interessantes para auxiliar os gestores na tomada de decisão”, elucida Vianna. 

 

No site, o usuário também pode acessar os instrumentos utilizados pelo MEC no processo de avaliação externa da UnB, bem como os instrumentos de avaliação interna. Outro recurso do canal é o acesso facilitado a documentos estratégicos da instituição, como o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), os relatórios de Gestão e a Revista Estude na UnB – um catálogo digital com informações dos cursos de graduação.

 

Leia também:

>> Conferência virtual mobiliza comunidade na construção de política de promoção da saúde da UnB

>> Universidade planeja próximos semestres letivos

>> O portal da UnB está de cara nova!

>> Premiação destaca melhores dissertações e teses da UnB

>> Técnicos e docentes trabalham juntos para o sucesso da UnB em tempos de pandemia

>> Critérios para participar de testes da vacina chinesa no HUB são ampliados

>> Faculdade de Medicina vai ganhar novo prédio

>> A teoria vivida: antropóloga Mariza Peirano torna-se professora emérita da UnB

>> UnB e Hospital Universitário realizam curso de formação para médicos da Nicarágua

>> 23ª edição do Boletim Coes apresenta dados atualizados sobre impactos da pandemia

>> Procuradora federal Soraya Marciano é agraciada com Mérito Universitário pela UnB

>> Estudo da UnB busca caracterizar percepções sobre sofrimento psíquico decorrente da pandemia

>> Pesquisa busca entender ressignificações de mundo geradas pela pandemia entre a comunidade acadêmica

>> UnB se une a projeto para a inclusão de pessoas com deficiência

>> DEG lança cartilha para orientar retorno às atividades não presenciais

>> Campanhas de solidariedade da UnB continuam contando com você

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19 

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.