EXCELÊNCIA

Percentual de graduações com o conceito máximo subiu em relação ao ciclo avaliativo anterior, confirmando a qualidade acadêmica da instituição

Vinte e sete dos 28 cursos avaliados pelo Exame Nacional de Desempenho do Estudantes (Enade) 2019 tiveram notas 4 e 5, consideradas de excelência na avaliação. Dez das 11 graduações do Distrito Federal que receberam o conceito máximo (5) estão na UnB. Foto: Secom UnB

 

A Universidade de Brasília (UnB) destacou-se nos resultados do Exame Nacional de Desempenho do Estudantes (Enade) 2019, divulgado esta semana pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Vinte e sete dos 28 cursos avaliados tiveram notas 4 e 5, consideradas de excelência na avaliação. Dez das 11 graduações do Distrito Federal que receberam o conceito máximo (5) estão na UnB.

 

“Este resultado reflete o trabalho sério e competente de toda a nossa comunidade. É uma alegria saber que temos tantos cursos estrelados e que, com isso, formamos profissionais de qualidade para toda sociedade”, celebrou a reitora Márcia Abrahão. “Os indicadores também deixam claro que o investimento público feito em nossa instituição traz retornos substanciais”, acrescentou ela.

 

Percentualmente, 96,4% dos cursos da UnB tiveram notas 4 e 5. Se considerados apenas os cursos nota 5, o percentual foi de 35,7%, maior do que os 20,3% registrados no Enade de 2017. Os cursos são avaliados a cada três anos, por isso a comparação desta maneira.

 “Os indicadores também deixam claro que o investimento público feito em nossa instituição traz retornos substanciais”, destacou a reitora Márcia Abrahão. Arte: Francisco George Lopes/Secom UnB

 

As notas do Enade alimentam o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e ajudam a compor o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), indicadores de qualidade do ensino superior no país.

 

A avaliação é construída a partir do perfil de egresso esperado, conforme as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Para isso, a primeira turma a ingressar no período que representa a metade do curso é avaliada e seus resultados são comparados com o de formandos, medindo o quanto eles aprenderam. Nesta edição, foram avaliados cursos das áreas de saúde e engenharias.

Nesta edição, foram avaliados cursos das áreas de saúde e engenharias. Arte: Francisco George Lopes/Secom UnB

 

Outro destaque foi o aumento da participação de estudantes da UnB nas provas. Em 2017, 80,2% dos formandos fizeram o exame; em 2019, o percentual foi de 97%. “Isso reflete também um esforço institucional que fizemos junto aos coordenadores de cursos, para estimular a participação e, assim, nos ajudar a trazer um retrato mais fiel qualidade das nossas graduações”, comentou Danilo Prata, técnico do Decanato de Ensino de Graduação (DEG) e procurador Educacional Institucional da UnB, que acompanha processos de regulação e avaliação, como o Enade.

 

Leia também:

 >> Universidade planeja próximos semestres letivos

>> O portal da UnB está de cara nova!

>> A teoria vivida: antropóloga Mariza Peirano torna-se professora emérita da UnB

>> UnB e Hospital Universitário realizam curso de formação para médicos da Nicarágua

>> Procuradora federal Soraya Marciano é agraciada com Mérito Universitário pela UnB

>> Estudo da UnB busca caracterizar percepções sobre sofrimento psíquico decorrente da pandemia

>> Pesquisa busca entender ressignificações de mundo geradas pela pandemia entre a comunidade acadêmica

>> UnB se une a projeto para a inclusão de pessoas com deficiência

>> Instrução normativa regulamenta a prestação de serviços de laboratórios da UnB a clientes externos

>> Pesquisa pretende identificar impacto da pandemia entre mulheres no DF

>> Projeto propõe alternativas para auxiliar docentes da rede pública do DF no ensino remoto emergencial

>> Disciplina incentiva adesão dos estudantes ao aplicativo Guardiões da Saúde

>> DEG lança cartilha para orientar retorno às atividades não presenciais

>> Campanhas de solidariedade da UnB continuam contando com você

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Palavras-chave