GESTÃO

Primeiro setor a receber roda de conversa foi a BCE. Técnicos apresentaram demandas e conheceram novos membros da administração superior

Obras e retomada do acesso remoto a três bases de dados estão entre demandas apresentadas por técnicos da unidade aos gestores. Imagem: Reprodução

 

A reitora Márcia Abrahão retomou, nesta quarta-feira (3), as rodas de conversa com servidores de unidades administrativas da Universidade. O primeiro encontro deste novo mandato – iniciado no final de novembro do ano passado – foi com os técnicos e docentes da Biblioteca Central (BCE). Na reunião, realizada por meio de uma plataforma virtual, foram discutidas demandas e projetos para o setor, além de terem sido apresentados os novos integrantes da administração superior.

 

"No primeiro mandato, a Biblioteca viveu um salto de modernização, com muitos avanços tecnológicos e investimentos em várias áreas. Mesmo pleitos de gestão foram atendidos, a exemplo da flexibilização da jornada de trabalho", avaliou o diretor da BCE, Fernando Leite. "Acredito que, daqui para frente, nos cabe fazer um azeitamento maior, para que sigamos fazendo entregas à comunidade, de forma ainda mais excelente", projetou.

 

Com a pandemia, a BCE – que é a maior biblioteca do Distrito Federal, aberta a toda população – procurou transpor para o mundo digital todos os serviços possíveis. "Temos o serviço 'Fale com o bibliotecário', que permite a qualquer pessoa o contato com um de nossos servidores para atendimento, de forma síncrona. Também estamos realizando o cineclube, o clube de leitura e capacitações em modo virtual", enumerou Fernando.

 

>> Saiba mais sobre os serviços disponibilizados pela BCE durante a pandemia

 

A reitora também destacou a colaboração da BCE para o alcance de avanços nos primeiros quatro anos de sua gestão. "A Biblioteca nos ajudou a crescer em excelência acadêmica, gestão de qualidade e na busca por uma Universidade mais humana. Aliás, a Biblioteca tem um trabalho fantástico nesse último aspecto, por ser cada vez mais diversa, acolhedora, inclusiva e próxima dos estudantes, dos servidores e da comunidade do DF", destacou.

 

INFRAESTRUTURA – Uma das preocupações trazidas pelos técnicos da unidade foi quanto à recuperação estrutural do prédio da BCE. "Nós temos um problema antigo com o teto. Sempre que começa a chover, há infiltração, com potencial dano a móveis e outros materiais", apontou a servidora Marília Augusta de Freitas. "A Prefeitura nos dá um grande apoio, mas sabemos que isso é paliativo. É preciso uma reforma estrutural".

 

A reitora lembrou que essa é uma das obras prioritárias para a Universidade. "No ano passado, houve retirada de orçamento e não pudemos tirar o projeto do papel. Agora, estamos com uma proposta de doação para essa finalidade. Há, entretanto, necessidade de contrapartidas e a Secretaria de Infraestrutura está fazendo a avaliação do cenário", explicou. O secretário de Infraestrutura, Cláudio Pereira, esteve recentemente no telhado e constatou que há necessidade de uma reforma estrutural.

 

O servidor Miguel Ângelo Portela pediu auxílio para permitir o acesso remoto a três bases de dados, que está interrompido por questões de segurança desde novembro. A Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) comprometeu-se a buscar uma solução conjunta com a equipe da BCE. Já a servidora Maria do Socorro Neri de Sousa questionou sobre a possibilidade de envio de mais recursos para ações digitais da Biblioteca.

 

A decana de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional, Denise Imbroisi, explicou que a situação orçamentária é muito delicada. "Nossa luta, neste momento, é pela manutenção dos recursos da forma como recebemos no ano passado, para ter uma ideia da dificuldade", disse. "É preciso que toda comunidade se conscientize sobre o que está acontecendo no país em termos de financiamento da educação", acrescentou a reitora.

 

PLANO DE SAÚDE – Durante a reunião, também foi apresentado o andamento de duas questões de interesse geral: a contratação de um plano de saúde para servidores e a construção de uma creche no campus Darcy Ribeiro. Sobre o primeiro aspecto, foi esclarecido o trabalho feito desde 2018 por uma comissão responsável por analisar possibilidades, com representação de técnicos e professores.

 

Há um termo de referência pronto para licitação, entretanto, recentemente a Associação dos Docentes da UnB (ADUnB) sugeriu nova abordagem. A Reitoria aguarda, agora, envio de documento formalizando a sugestão. "Estamos trabalhando na reconstituição do comitê gestor do plano de saúde da Universidade e vamos informar a todos à medida que o trabalho tiver continuidade", disse a decana de Gestão de Pessoas, Maria do Socorro Gomes.

 

Sobre a creche, a reitora lembrou que trata-se de demanda antiga, levada a todos os secretários de Educação do governo Ibaneis Rocha e do ex-governador Rodrigo Rollemberg. "Agora, estamos diante de uma possibilidade concreta de efetivação deste projeto por meio da destinação de emenda parlamentar", comentou.

 

Os diálogos com as unidades administrativas devem seguir nas próximas semanas, às quartas-feiras, sempre com participação de decanos, diretores, Prefeitura, Secretaria de Infraestrutura e outras áreas mais demandadas.

 

Leia também:

>> Em parceria, UnB e IFB promovem evento on-line sobre mulheres e educação

>> UnB e IFB realizam programação unificada em março em alusão ao Mês da Mulher

>> Projeto da UnB entrega água a moradores de comunidade em situação de vulnerabilidade socioeconômica no DF

>> Calculadora epidemiológica auxilia municípios no enfrentamento da covid-19

>> Novo decano do DPG quer acelerar o processo de inclusão e de produtividade dentro da academia

>> #InspiraUnB do 2º/2020 é o primeiro a ser realizado on-line 

>> Arboviroses precisam de atenção no país

>> Localizada no Park Way, Casa Niemeyer vai ser nome de estação do BRT

>> Em lives, gestores da UnB tiram dúvidas de estudantes sobre início do semestre

>> Professor da UnB está em lista dos cientistas que mais contribuíram para estudos sobre doenças negligenciadas

>> Consuni analisa recursos de estudantes expulsos fraudes nas cotas

>> Instituto de Psicologia coordena pesquisa sobre múltiplos impactos da pandemia de covid-19 no Brasil

>> Semestre letivo começa com 2.959 novos estudantes na UnB

>> Decanato de Ensino de Graduação traz orientações para o início do semestre

>> UnB divulga guia de recomendações para prevenção e controle da covid-19

>> Em webinário, DPI lança portfólio e painéis com dados sobre infraestrutura de pesquisa e inovação da UnB

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19 

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Palavras-chave